4 Dicas para Acertar no Truck Usado

February 6, 2017

 


Muitas pessoas sonham em ter o seu próprio negócio sobre rodas e economizam para a compra do primeiro caminhão, mas ainda assim não conseguem adquirir um veículo 0 km. Por isso, a compra de um truck de segunda mão pode ser a única chance que eles têm de iniciarem um negócio.

No entanto, é preciso observar vários itens do caminhão, como sua procedência, documentação e mecânica, antes de fechar negócio. Caso contrário o motorista corre o risco de ser pego de surpresa com gastos inesperados e prejuízos.


Confira quais os itens mais importantes para se observar ao comprar um caminhão usado.


1. Escolha
Quando se decidir pela compra de um caminhão seminovo é importante ter em mente sobre suas necessidades. Defina o que você quer, marca, modelo, ano e tipo de aplicação. Assim, você não corre o risco de comprar um caminhão pequeno demais, que não atenderá sua rotina de trabalho, ou um bruto muito maior do que precisa, tendo gastos desnecessários.


Não negocie se estiver sem tempo para avaliar o veículo. Prefira voltar em outro momento. Nem se deixe pressionar por ofertas que o apressem para fechar a compra. Esteja informado sobre os valores de mercado, que podem ser consultados pela internet em sites como o FIPE.
 

Acessórios adicionais, como ar-condicionado e defletor de ar também influenciam no preço do seminovo. Por isso, cada caso deve ser observado com critério. Desconfie de preços muito abaixo do mercado. Às vezes, um problema pode aparecer maquiado de oferta imperdível.
 

2. Documentação
Confira todos os documentos do caminhão: comprovante de pagamento do IPVA e do seguro obrigatório (DPVAT), certificado de registro e certificado de licenciamento de veículo. Se estiver tudo em dia poderá começar a trabalhar o quanto antes, mas se tiver pendências você vai demorar um pouco a colocar seu caminhão para rodar.
Outra observação importante é conhecer a procedência do caminhão, como as manutenções realizadas ou possíveis batidas com o veículo. Confira também a procedência do revendedor, se ele oferece algum tipo de garantia em contrato.
 

3. Avaliação mecânica
Se possível, faça a avaliação acompanhando de um mecânico de confiança.
– Avalie o caminhão durante o dia e em um local de boa iluminação. Procure por sinais de manchas na lataria, desnivelamento na pintura, imperfeições e ferrugem. Repintura pode ter sido utilizada para encobrir histórico de batidas;
– Observe sinais de uso de massa plástica, diferença entre vãos e o desalinhamento entre portas e tampa do bagageiro;
– Teste a suspensão balançando o veículo várias vezes e percebendo o desempenho dele quando faz isso;
– Avalie condições de conservação do volante e alavanca de câmbio, além dos outros itens internos do caminhão para saber se o desgaste corresponde a quilometragem rodada;
– Verifique os controles internos, o freio de estacionamento e o filtro de ar;
– Faça um test drive para avaliar o desempenho do motor, da caixa de câmbio e os sons emitidos pelo bruto. Qualquer barulho estranho deve ser levado em consideração. Além disso, observe trepidações e batidas em excesso enquanto estiver dirigindo.


Se surgir alguma dúvida, melhor investir em um check-up especializado em alguma concessionária e consultores de mercado. Dessa forma é possível contar com a consultoria de um profissional antes da compra e evitar prejuízos futuros.
 

Tenha em mente que a empolgação pode te atrapalhar na hora da escolha, então, tenha calma e pesquise adequadamente!
 

4. Carroceria

É obrigatório que o modelo da carroceria esteja no documento, por exemplo:

- Se o seu negócio é um Food Truck, no documento do caminhão irá constar a carroceria COMÉRCIO;

- Já se você vai transportar cargas em baú a carroceria é Carroceria FECHADA e assim por diante.

Caso a carroceria não esteja no documento, você terá problemas para passar o veículo para o seu nome.

 

Se você ainda vai colocar a carroceria, procure uma empresa que já seja homologada para colocar a carroceria no seu caminhão, ou você terá problemas com documentação. Exija Nota Fiscal e o número do CAT do fabricante.

 

Ficou faltando algum item na lista? Conte pra gente o que mais é importante observar antes de fechar negócio em um caminhão de segunda mão!

 

Para fabricantes, o GRUPO VIP ENGENHARIA possui uma equipe especializada para homologação e certificação da sua empresa nos órgãos competentes.

 

“Pensou Engenharia, Pensou VIP”

contato@grupovipengenharia.com.br

www.grupovipengenharia.com.br

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

CUIDADOS que você deve ter com seu FOOD TRUCK

December 26, 2018

1/10
Please reload

Posts Recentes