top of page
  • Foto do escritorDanilo Ibanez Spaziani

Quais os documentos necessários para a homologação de um food truck?


Foodtruck atendendo clientes.

A aposta em um food truck diante do desejo de empreender no ramo alimentício costuma envolver boas expectativas. Afinal, o modelo de negócio em questão representa uma alternativa mais dinâmica e flexível ao consumidor, ao passo que o veículo se desloca de acordo com o fluxo de pessoas, atendendo públicos diversos.


No último ano, o faturamento da indústria de alimentos e bebidas cresceu 16,6% no Brasil, indicando uma oportunidade de mercado aos empreendedores e revelando a retomada do consumo da população, reflexo da melhoria observada na economia. E, levando em consideração que a abertura de um restaurante abrange elevados custos, as procuras por food trucks se intensificaram.

Em meio ao processo de aquisição deste veículo, porém, a emissão dos documentos exigidos para sua homologação não deve ser desprezada. Deste modo, o food truck será regularizado e gerará sua renda, determinando sua prosperidade como empreendedor e garantindo sua estabilidade financeira.


A transformação de um veículo em food truck depende de um CCT


Atentando-se às etapas anteriores a comercialização do veículo, a execução dos processos que resultam na idealização de um food truck é complexa. A princípio, uma empresa especializada no desenvolvimento de um projeto de adaptação veicular é acionada, e o Inmetro se certifica das condições técnicas para sua atuação no segmento.


Posteriormente, ao constatar a destreza para a realização do serviço, o órgão regulador emite o CCT (Certificado/comprovante de Capacitação Técnica), um documento indispensável na homologação do automóvel. Após sua obtenção, o processo de homologação se aterá às demandas do Ibama e Senatran, que exigirão novas certificações.


Não esqueça da emissão do LCVM (Licença para Uso da Configuração de Veículo ou Motor)


A burocracia que engloba a homologação do food truck nem sempre é de fácil compreensão para o fabricante, mas garante o emplacamento ao seu término. Portanto, concentre as atenções na obtenção do LCVM diante da solicitação do IBAMA, cuja função é verificar se as emissões de ruídos e poluentes registradas pelo veículo estão em conformidade com os limites exigidos.

No primeiro semestre de 2023, a alimentação fora do lar apresentou alta de 3,4%, impulsionada pelo crescimento da informalidade e superando os índices de inflação. O cenário revelado trouxe otimismo por parte dos fabricantes de food trucks e, para os próximos meses, há expectativa de que a adaptação de veículos para essa finalidade apresente crescimento.


A importância do CAT veicular e como obtê-lo


Embora um food truck mantenha-se estático na maior parte do tempo, o veículo pode trafegar como qualquer outro e, por isso, sua segurança deve ser prioritária. E para que ele não ofereça riscos aos usuários das vias e rodovias, a obtenção do Certificado de Adequação a Legislação de Trânsito (CAT) é indispensável.


A VIP Engenharia conduz a emissão das licenças e certificações necessárias com distinção, e, diante da necessidade de obtê-las, conte com nossos profissionais. Desta maneira, você comercializará os modelos sem restrição, assegurando seus registros no Detran.


Clique aqui para solicitar contato com nossos especialistas, que prontamente te ajudarão!


46 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page