Buscar
  • Equipe técnica

Como emplacar reboques e carretinhas

Atualizado: Ago 2




Na hora de comprar sua carreta deve-se atentar a credibilidade do fabricante ou revendedor, ele deve ser credenciado pelo RENAVAM, isso vai garantir que os modelos comercializados passaram pelos testes necessários para garantir que são seguros para transportar cargas, motorista e passageiro. Os reboques ou carretinhas devem conter:




  1. Para-choque traseiro;

  2. Protetores das rodas traseiras;

  3. Lanternas de posição traseiras, de cor vermelha;

  4. Freios de estacionamento e de serviço, com comandos independentes, para veículos com capacidade superior a 750 quilogramas e produzidos a partir de 1997;

  5. Luzes de freio, de cor vermelha;

  6. Iluminação de placa traseira;

  7. Lanternas indicadoras de direção traseiras, de cor âmbar ou vermelha;

  8. Pneus que ofereçam condições mínimas de segurança;

  9. Lanternas delimitadoras e lanternas laterais, quando suas dimensões assim o exigirem.


Para o processo de emplacamento o proprietário deve-se dirigir ao órgão competente e apresentar a nota com a numeração do chassi e código do RENAVAM, fornecidos pelo fabricante ou revendedor do veículo, CPF, RG, comprovante de pagamento de tributos e então realizar a vistoria para o emplacamento. A partir da emissão da nota existe um prazo de 30 dias para fazer o registro.

Os motoristas com CNH na categoria B podem dirigir o reboque, caso não ultrapasse o PBT (Peso Bruto Total), levando em consideração carro e reboque, de 3500Kg. Caso seja maior que isso, é preciso possuir CNH na categoria C.




29 visualizações0 comentário