top of page
  • Foto do escritorDanilo Ibanez Spaziani

Certificado de Adequação a Legislação de Trânsito: Qual a importância para fabricantes de veículos?



O Certificado de Adequação a Legislação de Trânsito representa uma etapa essencial da homologação veicular, consistindo em um documento que permitirá a comercialização dos automóveis em um segundo momento.


Tratando-se de uma determinação do SENATRAN (Secretaria Nacional de Trânsito), sua obtenção é indispensável aos empreendedores do setor automotivo, que, muitas vezes, acabam desconhecendo essa obrigatoriedade no decorrer do processo de fabricação.


A segurança no trânsito está condicionada a práticas prudentes, tanto por parte dos condutores quanto por parte dos pedestres. E em meio à sobrecarga da rotina, algumas pessoas acabam negligenciando o cuidado para com o próximo, o que pode acarretar consequências severas à integridade física de terceiros.


Porém, apesar de acidentes nas estradas estarem relacionados ao descaso dos cidadãos, é válido ressaltar que, em algumas oportunidades, são inevitáveis, reforçando a importância de que os veículos disponham de dispositivos de segurança ativa e passiva eficazes.


Antes do CAT Veicular: Saiba quais documentos deve emitir


Embora a obtenção do Certificado de Adequação a Legislação de Trânsito forneça as credenciais necessárias para que o veículo seja destinado às concessionárias, devemos nos atentar às etapas preliminares da homologação, que são igualmente importantes.


A princípio, recomendamos que, juntamente ao Inmetro, emita o CCT (Certificado/comprovante de Capacitação Técnica), cuja função é examinar as peças a serem empregadas no veículo e se estão em conformidade com os requisitos mínimos de segurança.


Na sequência, se faz necessária a realização de testes de emissão de motor determinados pelo IBAMA, a fim de que você obtenha o LCVM (Licença para Uso da Configuração de Veículo ou Motor) ao respeitar restrições de poluição e ruído.


Posteriormente, você não deve abrir mão dos ensaios veiculares, encarregados de atestarem o bom funcionamento dos equipamentos que contemplam a segurança veicular, verificando a eficácia de dispositivos como:


  • Freios

  • Iluminação

  • Espelho Retrovisor

  • Limpador de Para-brisa

  • Ancoragem dos Assentos

  • Apoio de Cabeça


Obtenha o CAT para cadastrar o veículo


Nesta fase, a vistoria veicular está prestes a ser finalizada, sucedendo a fabricação do automóvel – que leva de 4 a 5 anos – e todas as etapas determinadas pelos órgãos reguladores na emissão das licenças e certificações – que podem demandar 7 meses.

Junto ao SENATRAN, os itens de identificação e de segurança passiva e ativa integrados ao veículo são verificados, permitindo que a marca entre com o pedido para a criação do código RENAVAM.


Após a geração desse código, que compreende marca, modelo e versão, o registro e licenciamento do veículo são autorizados, de forma que, posteriormente, possam realizar seu emplacamento.


A VIP Engenharia é encarregada de toda essa burocracia, portanto, caso fabrique, importe ou transforme automóveis, certifique-se de entrar em contato conosco para que possamos atender as demandas dos órgãos reguladores.


Clique aqui para solicitar contato com nossos especialistas, que prontamente te

ajudarão!


33 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page